Espinhaço




Território Espinhaço

Território do Espinhaço 70 MUNICÍPIOS

Tombado como reserva da biosfera pela Unesco, este território que se divide em 4 sub territórios, recebe o nome da maior cadeia de montanhas do país, que se forma nos arredores da capital mineira e termina ao sul do estado do Piauí. Definido como um território gastronômico por estar entre uma zona de alternância de biomas, cerrado e mata atlântica, essa região reserva várias características comuns a outras regiões. Com natureza exuberante, fazendo parte de bacias hidrográficas distintas, com traços importantes da história, marcas da Estrada Real e várias cidades mineradoras, este é um território que pode ser considerado uma síntese da região das Gerais que aborda o cerrado, o sertão e a mata atlântica do hemisfério norte de Minas Gerais. Um dos ícones da excelência da região é o queijo do Serro, seguido das cachaças de Salinas e da mineiríssima folha de taioba. Divide-se em quatro subterritórios: Histórico (Garimpo) ao sul  e tres divisões do Sertão ( Sertão São Francisco, Sertão Rio Pardo e Sertão Jequitinhonha)ao norte.

Principais cidades: Diamantina e Salinas.

Produtos primários: Carnes bovinas, leite, mandioca, frutos do cerrado, pescados, pimentas, frutas e taioba.

Produtos transformados: Cachaças, farinhas, carnes serenadas, requeijões, quitandas(pão de queijo, biscoitos de polvilho, beiju de lenço, tapioca, pastéis de angu, empadinhas, biscoitos, broas, bolos e roscas) e doces de rapadura(tijolo).

Pratos:Bambá do garimpo, xinxim da chica, lombo com feijão tropeiro, tutu com linguiça ecanjiquinha com costelinha, costelinha com samambaia.